quinta-feira, 7 de abril de 2016

Revezamento Volta à Ilha chega com novidades no percurso em 2016

Foto: Gabriel Heusi/Eco Floripa

No dia 16 de abril aproximadamente quatro mil corredores estarão em Florianópolis para a realização da 21ª edição do Revezamento Volta à Ilha. Considerada a maior prova do gênero na América Latina, o evento tem como principal característica o percurso, que atrai todos os anos atletas do Brasil inteiro. Passando por paisagens de tirar o fôlego como praias, trilhas, costões e dunas, os 140km compostos por 17 trechos contam com peculiaridades particulares em cada um dos pontos e para esse ano a organização trará algumas novidades.

A largada segue em frente ao Trapiche da Avenida Beira-Mar Norte, mas logo no início os atletas poderão notar as primeiras mudanças. Antigamente uma troca era feita logo no início do percurso, no Bairro do João Paulo, mas a partir deste ano os corredores seguem até a Decathlon, na SC-401, para a primeira troca, eliminando também o antigo posto do Office Park.

A segunda mudança ocorre nos trechos 15/16, próximo a Tapera, quando os atletas encaram o famoso “Morro do Sertão”, considerado o mais difícil, com 16,7km de forte inclinação. A troca será realizada na Fazenda da Ressacada, oferecendo mais espaço e conforto às equipes e público.

“Todos os anos nós sempre adequamos os percursos e promovemos mudanças que sejam benéficas para os atletas. Sabemos que a logística das equipes para a Volta à Ilha é um dos pontos fundamentais para o sucesso no revezamento e todas as nossas alterações visam a melhora desses quesitos. É importante ressaltar que, mesmo com essas trocas, a prova não perde em nada suas características. Os atletas seguem correndo pelas mais belas paisagens da Ilha de Santa Catarina ao longo dos 140km, marca registrada do evento nestes 21 anos”, explica, Prof. Carlos Roberto Duarte, idealizador e organizador da prova.

Ao longo destes 21 anos, a Volta à Ilha passou por muitas mudanças no percurso sempre buscando adequar-se a evolução da capital catarinense e às necessidades das equipes. Na primeira edição, em 1996, a prova era composta por 155km. Entre 1997 e 2003 a organização acrescentou alguns pontos e o revezamento passou a ter 150km. De 2004 a 2011, a prova retornou as origens com a quilometragem de 150km e em 2012 passou a ter 140km.

Confira os 17 trechos do Revezamento Volta à Ilha:

1 – Largada – Avenida Beira-Mar Norte – 10,1km – Fácil
2 – Rodovia SC-401 (Decathlon) – 9,8km – Difícil
3 – Santo Antônio de Lisboa (Praça) – 8,0km – Moderado
4 – Praia da Daniela – 5,1km – Moderado
5 – Jurerê Antigo (fim da praia) – 5,3km – Moderado
6 – Cachoeira do Bom Jesus (Rua Otácilio Costa Neto) – 10,4km – Muito, muito difícil
7 – Praia Brava (Rua Ari Kardec B. Melo) – 5,2km – Difícil
8 – Praia dos Ingleses (praia, final da R. Dante de Patta) – 4,7km – Fácil
9 – Praia do Santinho (Posto Guarda-Vidas) – 8,4km – Muito difícil
10 – Praia do Moçambique – 5,7km – Muito difícil
11 – Barra da Lagoa (cidade da Barra) – 8,1km – Muito difícil
12 – Praia da Joaquina (Posto Guarda-Vidas) – 7,7km – Muito difícil
13 – Praia do Campeche (Posto Guarda-Vidas) – 4,9km – Muito difícil
14 – Praia da Armação (perto da Lagoa do Peri) – 9,3km – Difícil
15 – Praia dos Açores (Morro do Sertão) – 16,7km – O mais difícil
16 – Tapera (Fazenda da Ressacada) – 15,2km – Difícil
17 – Via Expressa Sul (Terminal de Ônibus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares