sábado, 11 de junho de 2016

Correr junto faz bem ao casal

Por Edmur Hashitani

O Dia dos Namorados pode ser uma ótima chance de começar a treinar com seu amor

A prática da corrida é um hábito saudável com uma série de benefícios à saúde e que dia após dia recebe novos adeptos que procuram largar o sedentarismo e levar uma vida mais regrada. Mas os ganhos desse esporte não são apenas individuais.

A corrida, na rua ou na esteira, pode trazer benefícios também à vida de um casal. É o que diz a Dra. Tatiana Leite, psicóloga e especialista em terapia de casais. Para ela, aqueles que correm juntos, “além do incentivo extra, se tornarão mais próximos, já que poderão aproveitar o momento do esporte para uma maior conexão e definição de objetivos conjuntos”.

A corrida pode aproximar o casal e trazer novos projetos
O casal Márcio Schuld da Silva e Juliana Pontes acredita que a corrida os ajudou a se aproximar no início do namoro. Quando eles começaram a namorar ele já corria. Então ela se interessou pela prática, ao vê-lo treinar.

Márcio, que trabalha como contador, conta como isso aconteceu. “Eu corro desde 2008 e quando começamos a namorar, em 2011, ela gostou da ideia e começou a treinar. Acabamos passando mais tempos juntos com os treinamentos, as provas e viagens para corridas fora de São Paulo”, avalia.

Sua esposa Juliana, que é administradora, diz que a corrida serve como terapia ao casal. “Correr alivia o stress do dia-a-dia e também une nossas atividades nos tempos livres”, diz.

Casados desde 2013, eles reservaram dois dias da semana para os treinos, mesmo trabalhando em lugares diferentes. “Treinamos todas as segundas-feiras e quartas-feiras e tentamos fazer prova aos domingos como forma de lazer”, conta Márcio.

A Dra. Tatiana avalia que “muitos casais preferem treinar juntos para conciliar seus horários e curtir esse momento de descontração. Também é muito mais motivador treinar com uma companhia agradável do que sozinho”.



Para os casais que ainda não têm a corrida como uma atividade conjunta, sempre é tempo. No entanto, o planejamento deve ser feito sem qualquer pressão entre os companheiros para que o relacionamento siga sendo saudável.

Nesses casos, na avaliação da psicóloga, “ter um projeto a dois dá muito mais incentivo para continuar a atividade e alcançar os objetivos determinados pelo casal”. Ela também lembra que é preciso ter cuidado para não criar muitas expectativas, “já que um dos dois pode começar e depois não desejar continuar”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares