quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Análise: 13ª Corrida Santos Dumont

Por Edmur Hashitani - conteudo.mania@gmail.com

E aí Maníacos por Corrida! Mais uma prova completada na última quarta-feira, a 13ª Corrida Santos Dumont. O evento contou com alguns problemas desde a fase de inscrição, com mudança de organizadora quando as inscrições já estavam abertas.

Essa alteração causou certa confusão, pois muita gente passou a acreditar que a prova havia sido cancelada. Com isso, algumas pessoas acabaram deixando de participar. Outro problema causado por essa situação foi o desencontro de informações, já que havia sites diferentes para a mesma prova - um valendo e outros que já não faziam parte da organização - com informações divergentes sobre retirada do kit e horário de largada, por exemplo. Faltou clareza aos novos organizadores na indicação de qual era o canal oficial para informações.

Passada essa fase, outra reclamação dos participantes foi quanto à retirada de kit, feito em apenas um dia útil e entre 11h e 19h, praticamente horário comercial, dificultando o acesso para quem estivesse trabalhando.

Medalha da prova
O kit era composto por uma camiseta, cuja etiqueta diz ser algodão, tecido mais pesado e que não é exatamente apropriado para corridas, e uma barra de cereal. No pós-prova foi dada uma garrafa d'água e uma maçã. Pouco para uma prova com inscrições a R$ 90,00 e com patrocinadores anunciados.

O percurso era praticamente todo plano, o que facilita para quem quer buscar tempo. No entanto, ele não cumpriu aquilo que foi prometido antes da realização da corrida, já que o trajeto foi feito totalmente dentro do PAMA (Parque de Material Aeronáutico) tanto para os 5K quanto para os 10K, ao contrário do divulgado, de que o percurso mais longo também seria desenvolvido pelas avenidas Santos Dumont e Brás Leme. Assim, os inscritos para 10 tiveram que dar duas voltas no circuito.

Outro problema, esse mais grave, foi a medição da prova, que chegou a um total de apenas a 8,8K, de acordo com a aferição por GPS do relógio TomTom, muito abaixo dos 10K e sem qualquer aviso prévio aos participantes.

Além disso, a sinalização foi precária. Aqueles com ritmo mais lento e que não acompanharam o pelotão não tinham qualquer orientação durante o trajeto. Também não havia qualquer marcação de quilometragem em todo o percurso.

Já aqueles que estavam brigando pela vitória, não contaram com auxílio de batedores e precisaram abrir caminho literalmente no grito para conseguirem ultrapassar os demais competidores durante a segunda volta.

A hidratação durante o percurso foi falha, especialmente para quem estava inscrito nos 10K. A água acabou durante a corrida e alguns dos que estavam na segunda volta ficou mais de 5K sem. E o líquido ainda foi fornecido em garrafas, mais difíceis de abrir enquanto os atletas estão correndo.

Terminada a prova, foi entregue o kit pós-prova e a medalha de participação, bem simples, mas muito bonita, com o logo da corrida contendo a imagem do pai da aviação e sua invenção, o 14-Bis.

A prova tinha tudo para ser muito legal, pelo tema, pelo percurso anunciado e pelos relatos de edições anteriores. Mas não foram poucos os que reclamaram da prova após a conclusão. Para a próxima edição, a organização deverá rever a forma de tratar da sua preparação e informações aos participantes.

Vamos às notas dos amigos do Mania de Corrida:

Estrutura: 6,6
Medalha: 7,0
Kit (pré e pós-prova): 5,0
Percurso: 5,4
Custo benefício: 5,0
Média: 5,8

Não esqueça de também deixar sua nota aqui.

Já está no ar o vídeo para a cobertura do Mania de Corrida nesta prova. Não deixe de assistir e aproveite para se inscrever no nosso canal. Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares