segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Análise: Desafio 12 Horas - 6ª edição

Por Edmur Hashitani - conteudo.mania@gmail.com

E aí Maníacos por Corrida! Mais uma prova concluída pela equipe do Mania de Corrida. Neste fim de semana tivemos a 6ª edição do Desafio 12 Horas, disputada em Piracicaba, no interior paulista.

A prova é uma das preferidas dos integrantes do Mania pelo clima de descontração entre as equipes, participantes, patrocinadores e organizadores ao longo de todo o dia.

A estrutura montada para a corrida, dentro do Parque da Rua do Porto, é impecável, com posto de hidratação, alimentação, espaço para massagem e até piscina de gelo para quem precisar recuperar as pernas. Isso além do espaço para que cada equipe monte sua própria estrutura. E para esta prova também tivemos a presença do #PointDoMania.

Toda a equipe reunida no #PointDoMania - Foto: Mania de Corrida
O percurso do parque é curto, com cerca de 1,2 km. Então é normal que os atletas/equipes mais preparados deem até mais de 100 voltas durante a corrida. O trecho é completamente plano, o que facilita muito na resistência para uma prova tão longo. O que mais pesa é o sol que bate na primeira curva do trajeto. Para quem está na pista entre meio dia e duas da tarde a felicidade quando se vê uma árvore chegando é enorme.

O kit da prova é simples, composto por chip, gymbag, número de peito e camiseta. Mas um ponto muito legal é que para os atletas da categoria solo foram fornecidos dois números de peito. Assim, era possível fazer a troca caso o papel estivesse muito suado - e consequentemente mais pesado. Pode parecer pouco, mas quando você está há nove ou dez horas correndo sem parar, certamente qualquer mínimo detalhe ajuda ou atrapalha.

Durante o dia a organização oferece alimentação e hidratação aos participantes. As opções vão desde frutas, água e isotônico à vontade, até almoço (composto por macarrão e batata), pipoca e já que estamos em Piracicaba, claro, pamonha.

Outro ponto bastante interessante da prova é que não há uma rigidez para a forma que os revezamentos são feitos, como distância ou tempo mínimo para cada integrante. Assim, cada equipe fica livre para montar sua própria estratégia, seja nas duplas, quartetos ou octetos.

Medalha da 6ª edição do Desafio 12 Horas - Foto: Mania de Corrida
A equipe do Mania, por exemplo, revezou seus oito atletas durante várias vezes ao longo do dia. Quer dizer, na verdade revezou entre sete atletas, pois este escrevedor aqui teve um problema técnico. Acabei me lesionando logo na primeira hora de prova... Mal aí time.

E ainda há os guerreiros que disputaram as categorias solo, de 3, 6 e até 12 horas. Correndo sem parar! Haja pernas!

A organização dá um show na participação, sempre interagindo entre as tendas das equipes, incentivando e animando a galera, sempre preocupados com todos. Para quem já correu ou está esperando sua vez de entrar, certamente as 12 horas passam muito rápido.

O término da prova é um dos pontos mais bacanas pela festa que as equipes fazem na linha de chegada, comemorando pódios, vitórias, recordes ou apenas ter concluído um desafio desse tamanho. E então é hora de receber as medalhas e troféus tão merecidas após passar meio dia correndo.

Equipe do Mania após o término da prova - Foto: Gaia Esportes
Mais uma vez o Desafio 12 Horas superou as expectativas e segue sendo um evento imperdível no calendário. Em abril de 2017 tem mais, com a disputa da sétima edição! E quarta-feira agora, dia 12 de outubro, o #PointDoMania estará na Corrida Santos Dumont, em São Paulo.

Vamos às notas dos amigos do Mania de Corrida:

Estrutura: 9,8
Medalha: 7,3
Kit pré-prova: 7,1
Percurso: 8,3
Custo benefício: 8,0
Média: 8,1

E não se esqueça, você também pode dar sua nota para a prova no link do Facebook.

Agora é hora de lembrar como foi a corrida assistindo o vídeo no nosso canal do YouTube.


P.S.: Não esqueça de postar seu vídeo fazendo a #DançaDoGaldino nas suas redes sociais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares