terça-feira, 8 de novembro de 2016

Com muita animação e premiação a moradores, Projeto De Braços Abertos é sucesso na Rocinha

Evento disputado neste domingo (6) na Rocinha, Zona Sul do Rio de Janeiro, reuniu aproximadamente 1500 participantes para as provas de adultos e crianças

Acordar cedo para correr já é um programa rotineiro na vida dos atletas cariocas. Neste domingo (6), no entanto, muitos deles viveram uma experiência diferente. Escolhida para sediar mais uma vez uma edição do Projeto De Braços Abertos, a Rocinha, maior comunidade do Rio de Janeiro, incorporou o clima de competição desde as primeiras horas da manhã. Animados e cheios de energia, os inscritos, que se concentravam em frente ao Complexo Esportivo da Rocinha, largaram às 8h.

Com muita disposição, os corredores encararam muitas subidas e descidas por dentro da comunidade para completarem os 6km de prova. Tudo isso sob os olhares atentos dos moradores, que foram às ruas incentivar os participantes. Ao fim da prova os maiores destaques ficaram para Antônio José Gonçalves, Bruno Njaine e Otoniel Silvestre, três primeiros colocados no geral masculino, respectivamente, e Maria Lúcia da Silva, Beatriz Fernandes e Viviane Santana, primeiras colocadas no geral feminino.

Comandante da UPP Rocinha, a Major Camile Jubran fez questão de elogiar a integração da Rocinha com a organização do Projeto De Braços Abertos. Para ela, a valorização da comunidade e chegada de pessoas novas ao local são primordiais para a criação de novas oportunidades.

“A integração da comunidade com a organização é incrível. Acho muito importante termos iniciativas como essa, até para trazer mais gente para cá. Creio que isso serve de incentivo e ajuda a criar novas oportunidades. Os moradores precisam e devem ser valorizados. O Projeto De Braços Abertos prova que a Rocinha tem diversos talentos no esporte e é preciso investir e acreditar na força da comunidade”, disse.

Como de praxe no Projeto De Braços Abertos, os moradores da comunidade também tiveram uma premiação especial, de acordo com suas colocações. Entre os homens, Fabiano Nascimento, Jussandro Teles e José Pinheiro foram os três primeiros. Jaqueline Fernandes, Carla Rodrigues e Alba Valéria faturaram o pódio entre as mulheres.  Campeões da comunidade, Fabiano e Jaqueline foram contemplados com o cheque do “Adote um Atleta”, da Mizuno. Com isso, terão um ano de apoio e materiais esportivos da multinacional.

Fechando o evento, que teve seu início na quinta-feira (3), com a capacitação e oficina de oportunidades para os moradores da Rocinha, as crianças fizeram bonito e deram um show ao público que lotou a área destinada para a corrida. Com percursos distintos de acordo com a idade, todos se divertiram e mostraram que, em breve, a comunidade pode ver despontar novos talentos esportivos.

Projeto De Braços Abertos – Etapa Rocinha (Resultados)

Geral Masculino
1º Lugar: Antônio José Gonçalves
2º Lugar: Bruno Njaine
3º Lugar: Otoniel Silvestre

Geral Feminino
1º Lugar: Maria Lúcia da Silva
2º Lugar: Beatriz Fernandes
3º Lugar: Viviane Santana

Geral Comunidade – Masculino
1º Lugar: Fabiano Nascimento
2º Lugar: Jussandro Teles
3º Lugar: José Pinheiro

Geral Comunidade – Feminino
1º Lugar: Jaqueline Fernandes
2º Lugar: Carla Rodrigues
3º Lugar: Alba Valéria

Sobre o Projeto De Braços Abertos:
Iniciado em 2012, o Projeto de Braços Abertos usa o esporte como plataforma de integração e já teve passagens por comunidades, como: Borel, Manguinhos, Maré, Jacarezinho, Vidigal, Santa Marta e Caju.

Como é de tradição, o projeto transcende o esporte e contempla a integração social da comunidade por meio de oficina de capacitação profissional e os concursos Grafite seu Esporte – liderado pelo grafiteiro Lamarca – e Fotografe esta Ideia, que premia as três melhores fotos tiradas durante a etapa.
Na oficina de capacitação profissional haverá um curso e um treinamento, para seleção de uma equipe a ser formada por moradores da comunidade, com o objetivo de proporcionar novas experiências para a população local.

O Projeto de Braços Abertos é organizado pela Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), em parceria com o Instituto XTERRA, o patrocínio da Caixa Econômica Federal e Secretaria Estadual de Esporte e Lazer via Lei de Incentivo ao Esporte. O evento conta ainda com o apoio das Maçãs Turma da Mônica e Mizuno.

Foto: Guilherme Taboada/Sport Session

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares