quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Bolt perde ouro olímpico no revezamento por doping de colega; Brasil pode herdar o bronze

Por Edmur Hashitani - conteudo.mania@gmail.com

O Comitê Olímpico Internacional (COI) divulgou nesta terça-feira, 24 de janeiro, sanções a dois atletas por terem sido pegos no antidoping durante as Olimpíadas de Pequim 2008.

Um deles é o jamaicano Nesta Carter, que integrou a equipe que participou e venceu o revezamento 4x100 metros na ocasião, ao lado do astro Usain Bolt. A outra é a atleta russa do salto em distância, Tatiana Lebedeva.

O exame de Nesta apontou o uso de Dimetilamilamina, substância proibida pela agência antidoping mundial. Por conta deste teste, todo o time jamaicano do revezamento, composto também por Dwight Thomas (competiu nas qualificatórias), Michael Frater e Asafa Powell, foi desclassificado da prova e deverão devolver suas medalhas.

Time jamaicano desqualificado (Foto IAAF)
O COI avisou à Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) que os resultados da final olímpica deverão ser alterados. Com isso, o Brasil, pode herdar a medalha de bronze.

A equipe brasileira, composta por José Carlos Moreira (qualificatória), Bruno de Barros, Vicente Lima, Sandro Viana e Vicente Lenílson ficou em quarto lugar na final, com tempo de 38.24 segundos, 0.11s atrás do Japão, que ficou com o bronze.

Agora, os atletas aguardam a definição da IAAF sobre os novos resultados da prova para saber se ficarão com a medalha.

Do lado jamaicano, Nesta Carter irá procurar formas legais de recorrer da decisão do COI. De acordo com o presidente da Associação Administrativa de Atletismo da Jamaica (JAAA) em entrevista ao portal Jamaica Observer, o atleta e a entidade estão estudando uma forma de entrar com apelo ao Tribunal Arbitral do Esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares