quarta-feira, 29 de março de 2017

Run Cities recebe certificação da AIMS e da IAAF



SP City Marathon, Rio City Half Marathon e BSB City Half Marathon passam a seguir exigências internacionais que vão garantir ainda mais qualidade para os corredores

Desde que foi criado, o Run Cities tem como principal objetivo oferecer provas com organização de nível internacional para os atletas. E agora os participantes da SP City Marathon (foto), da Rio City Half Marathon e da BSB City Half Marathon possuem mais uma certeza de que as corridas realizadas pela Iguana Sports vão contar com a mesma estrutura das principais maratonas e meias maratonas do mundo.

As três provas do Run Cities acabam de receber certificação das duas principais instituições reguladoras de corridas de rua: a Association of International Marathons and Distance Races (AIMS) e a Federação Internacional de Atletismo (IAAF). “Para conseguir essas chancelas, os eventos devem respeitar uma série de critérios técnicos (veja abaixo), que garantem excelente organização aos corredores de elite e amadores”,  explica Paulo Carelli, COO da Iguana Sports e diretor de provas do Run Cities.

Além de integrar o calendário internacional de corridas de longas distância, as provas do Run Cities passam a ter seus resultados válidos para recordes ou  índice para competições que exigem comprovação de tempo, como a Maratona de Boston, campeonatos continentais, mundiais e Olimpíadas. “Com isso, nossos eventos vão atrair cada vez mais atletas de alto nível”, afirma Carelli. “Outra coisa importante é que a AIMS reúne frequentemente os diretores das provas certificadas por ela. Nesses encontros, podemos trocar experiências com os organizadores das principais maratonas do mundo e trazer para o Brasil o que há de melhor nessas competições.”

Confira os principais critérios técnicos que uma corrida precisa respeitar para receber a chancela da AIMS e da IAAF

- Percurso certificado por um aferidor categoria A ou B da IAAF. “Essa medição deve ser refeita a cada cinco anos ou quando houver qualquer alteração de trajeto, para garantir que a distância da prova seja sempre precisa”, explica Paulo Carelli.

- Sinalização perfeita do percurso – com placas de orientação do trajeto ou blue line – e marcação de distância a cada quilômetro.

- Postos de água a, pelo menos, cada 5 km (ou 2,5 km em provas com calor extremo), com uma mesa de hidratação exclusiva para a elite. A AIMS também recomenda que as provas ofereçam isotônicos.

- Pontos de cronometragem a cada 5 km e presença de árbitros de atletismos para homologar o resultado da competição.

- Centros médicos na largada e na chegada, além de postos de atendimento e ambulâncias ao longo do percurso.

- Banheiros na largada, chegada e no trajeto da corrida.  

- Controle antidoping para os atletas de elite.

Calendário Run Cities 2017
A Rio City Half Marathon será a primeira prova do circuito neste ano. A corrida na Cidade Maravilhosa está marcada para o próximo  dia 09 de abril, com largada no Recreio dos Bandeirantes e chegada em São Conrado. A SP City Marathon vai ser realizada em 30 de julho, com percursos de 42,195 km e 21,097 km. Em 12 de novembro, é a vez do Distrito Federal receber a BSB City Half Marathon. Todas as corridas do Run Cities estão com inscrições abertas. Mais informações em www.runcities.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares