sábado, 15 de julho de 2017

Curso de capacitação é concluído e Rocinha encerra preparação para receber projeto beneficente

Tradicional comunidade da Zona Sul será palco da corrida De Braços Abertos no próximo domingo

Na noite desta quarta-feira (12), o curso de capacitação profissional dos moradores da Rocinha foi encerrado. Com isso, a preparação da comunidade pacificada foi finalizada com êxito, para sediar mais uma etapa do projeto social De Braços Abertos, no próximo domingo, dia 16 de julho, a partir das 8h, com largada em frente ao Centro Municipal de Cidadania Rinaldo de Lamare. Todas as inscrições já foram preenchidas e a promessa é de uma manhã agitada e celebrável na Zona Sul carioca.

“É como se fosse uma grande festa que estamos organizando em nossa casa e a preocupação com os detalhes são importantes para o bom andamento da programação”, afirma Rosemary Carvalho de Oliveira, pedagoga do BOPE, (Batalhão de Operações Especiais) que palestrou para os quase 100 staffs durante a capacitação.  

O De Braços Abertos chega à Rocinha pela sexta vez e terá uma equipe de staff composta por jovens querendo ingressar no mercado de trabalho e por experientes na área de atuação. Renan Souza Matos (21) e Maria Clara Lima Alves (17) são namorados e residentes do Vidigal, mas demonstraram interesse em ajudar na organização da etapa da Rocinha. “Nós já tínhamos participado da edição no Vidigal, mas aqui estamos novamente. A experiência foi boa demais, para mim foi o primeiro contato com trabalho, mas queremos correr em breve”, explica Maria Clara, enquanto Renan elogia a iniciativa. “É um incentivo para melhorar a comunidade e motiva os envolvidos a praticar esportes. É engraçado ver o vizinho correndo, os conhecidos...Todos demonstram felicidade ao terminar a corrida, a autoestima aumenta”.

Morando na Rocinha há quatro décadas, a produtora de eventos Rosedelze Dias Paiva tem 47 anos e participou do staff de todas as 21 etapas do projeto. Para ela, que fala com orgulho de seu lar, o trabalho na corrida a ajudou a realizar um sonho. “Eu amo esporte, fui nascida e criada nesse meio, fui atleta e sempre quis participar de um evento de grande porte. Fiquei um tempo desempregada e percebi que ‘portas poderiam abrir’ para mim através do De Braços Abertos. Um dos motivos que me fizeram trabalhar nos Jogos Olímpicos foi o certificado de capacitação oferecido. Desde então, resolvi que vou contribuir em todas as edições, até porque eu também adoro o trabalho social e lidar com público”, confessa.

Sobre o Projeto De Braços Abertos
Com patrocínio da Caixa Econômica e Governo Federal e parceria das UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora), o De Braços Abertos é o maior projeto de integração social nas comunidades do Rio de Janeiro e é realizado desde 2012. O evento é totalmente gratuito e consiste em uma corrida com 6 km de distância, reunindo cerca de 1.500 pessoas em cada etapa e tem inscrições liberadas para todos os que desejam participar, gerando a possibilidade para pessoas de lugares distintos conhecerem as comunidades de forma segura. Há também a minicorrida, que varia de 50 m a 1 km, para crianças a partir de um ano de idade. Ao todo já foram realizadas 21 edições em áreas como Jacarezinho, Manguinhos, Vidigal, Rocinha, Borel, Caju e Santa Marta.

Além de capacitar moradores para trabalharem como voluntários no suporte às corridas, o projeto já doou mais de 25 toneladas de alimentos às próprias comunidades. Cada atleta inscrito precisa, obrigatoriamente, ceder 2 kg de algum produto alimentício não perecível. Os três primeiros corredores da categoria comunidade a cruzarem a linha de chegada ganham equipamento e assessoria esportiva, como parte do programa ”Adote um Atleta”, patrocinado pela Mizuno.

O De Braços Abertos conta também com concursos que visam descobrir outros talentos das comunidades, como o “Fotografe esta Ideia” e o “Grafite Seu Esporte”. O primeiro recompensa as três melhores fotos do evento tiradas por expectadores, já o segundo, oferece a oportunidade aos moradores de grafitarem ao lado de um profissional, incentivando a cultura e a expressão artística dos jovens, revitalizando trechos desgastados das comunidades.

SERVIÇO
Data: 16/07/2017
Horário: 8h
Local: Largada em frente ao Centro Municipal de Cidadania Rinaldo de Lamare
Endereço: Rua Bertha Lutz, 776 – São Conrado, Rio de Janeiro – RJ
Classificação etária: Livre
Site: http://projetodebracosabertos.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares