quarta-feira, 26 de julho de 2017

Igor Amorelli disputa o Ironman 70.3 Equador após classificação para o Mundial de Kona


Foto: Romulo Cruz


Primeira prova do segundo semestre será em Manta, nesse domingo (29). Classificado para o mundial de Ironman no Havaí, triatleta catarinense disputará também o Mundial de 70.3, em Chattanooga


Após garantir a vaga para o Ironman World Championship com o terceiro lugar no Ironman Florianópolis, no final de maio, o triatleta Igor Amorelli teve bastante tempo para estrutura o calendário de provas do segundo semestre de olho na principal prova do ano no Havaí, em outubro. E o primeiro desafio nesse novo ciclo será o Ironman 70.3 Equador, disputado em Manta nesse domingo (29), com 1.9k de natação, 90k de ciclismo e 21.1k de corrida.

“Foi muito bom ter garantido a vaga em Florianópolis, pois deu para planejar tudo certinho dessa vez. Em junho, depois do Ironman, passamos por um período de recuperação e nesse último mês começamos a treinar bastante, mas ainda sem tanto volume, voltado mais para a intensidade”, explica Igor. O planejamento da equipe é fazer algumas provas de 70.3 antes do mundial, incluindo, além da etapa equatoriana do circuito, o Mundial de 70.3 em Chattanooga (Tennessee – Estados Unidos) em setembro, além de outro evento ainda a definir dependendo do resultado e dos treinamentos. “A ideia é fazermos mais provas de 70.3 e depois aumentar bastante o volume”, completa.

Diferente da temporada passada, quando garantiu a vaga para o mundial apenas em agosto devido a lesão no braço que o tirou das competições por quase três meses, Igor e sua comissão conseguiram executar com maestria o planejamento do ano. Até o momento o catarinense subiu ao pódio em três das quatro provas que disputou no ano – Campeão do Ironman 70.3 Palmas e terceiro colocado no 70.3 de Buenos Aires e Ironman Florianópolis, esse válido como Campeonato Sul-Americano.

“A preparação para uma prova de 70.3 é importante para dar ritmo de prova, além de ser uma competição de recuperação mais rápida. Não que seja fácil treinar e competir em 70.3, mas não é tão desgastante quanto para um Ironman completo. Do jeito que tivemos que fazer o ano passado desgasta muito”, avalia Igor.

O Ironman 70.3 Equador acontece nesse domingo, 29, com largada às 6h45 (8h45 no horário de Brasília). Vinte atletas largam na elite, com destaque para o atual campeão Cody Beals (Canadá), Leon Griffin e Paul Matthews (Austrália), Patrick Evoe (Estados Unidos, e os brasileiros Felipe Manente, Reinaldo Colucci, Thiago Vinhal e Fernando Toldi.

Retrospecto de Igor Amorelli na temporada 2017:

Ironman 70.3 Buenos Aires – (12 de março) – 3º colocado
Ironman 70.3 Oceanside (01º de abril) – Não completou
Ironman 70.3 Palmas (23 de abril) - Campeão
Ironman Florianópolis (28 de maio) – 3º colocado

Amorelli conta com os patrocínios da CPH Brasil, Mizuno, Red Bull, Woom e Argon18 e com o apoio da Oakley, Zipp, XTerra Wetsuites e CeramicaSpeed.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares