sábado, 27 de janeiro de 2018

Maratona do Rio: confira o que rolou no 1º Facebook live de 2018 do Time Maratona do Rio




Nesta quarta, dia 24 de janeiro, a organização da Maratona do Rio promoveu o primeiro live de 2018 do Time Maratona do Rio. A cardiologista Fabiula Schwartz deu dicas e tirou dúvidas dos corredores sobre um tema importante: o que avaliar para iniciar os treinos com saúde e segurança. A transmissão foi feita pelo nosso Facebook em um cenário de tirar o fôlego: o Bondinho Pão de Açúcar. Reunimos abaixo as principais dicas que rolaram no live. Também é possível rever o vídeo completo aqui. Confira e prepare-se da melhor forma possível para as provas da Maratona do Rio 2018!

Veja as 8 dicas do live - Por Fabiula Schwartz:

DICA 1: Arriscado é ficar parado.

O sedentarismo é considerado o mal do século 21, segundo a Organização Mundial da Saúde. A inatividade física está associada à maior mortalidade, a doenças cardiovasculares, à obesidade, à depressão e ao estresse. Quem não se mexe, tem a saúde e a vida sob risco.

DICA 2: Correr é seguro.

Além dos benefícios que a corrida traz para a saúde do corpo, bem-estar e socialização, correr é muito mais seguro que ficar parado. A morte súbita durante a prática esportiva é sempre muito chocante a toda sociedade. Entretanto, é importante saber que ela é extremamente incomum durante as corridas. Estudos científicos mostram que a taxa de ocorrência de morte súbita em provas de longa distância é de 1 em cada 100.000 a 1 em cada 200.000 maratonistas e menos de 0,3 em cada 100.000 participantes de meias-maratonas. Ou seja: correr é seguro e a ocorrência de morte súbita durante as provas é inferior à mortalidade da população, no seu cotidiano.

DICA 3: Na maioria dos casos de morte súbita no esporte, a causa é cardíaca.

Algumas doenças cardíacas estão associadas à ocorrência de parada cardíaca no esporte. As duas principais são a cardiomiopatia hipertrófica e a doença isquêmica do coração. A cardiomiopatia hipertrófica é a principal causa entre esportistas com menos de 35 anos. Costuma ser silenciosa e um simples eletrocardiograma geralmente denuncia alguma anormalidade. A doença isquêmica do coração é a causa mais comum após os 35 anos de idade. Apresentam maior risco para a doença isquêmica: quem apresenta dor no peito, tem histórico familiar de doença cardíaca, infarto ou morte súbita, quem fuma, sofre de estresse, tem hipertensão arterial, diabetes, colesterol elevado.

DICA 4: Conheça a avaliação básica pré-participação esportiva.

Saber que algumas condições favorecem à ocorrência de morte súbita no esporte e, se detectadas, poderiam salvar vidas, fizeram sociedades médicas de todo o mundo recomendar a realização de avaliação médica pré-participação esportiva. A Sociedade Brasileira de Cardiologia e a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte recomendam que conste nessa avaliação, a realização de entrevista médica detalhada (anamnese), exame físico com ênfase no aparelho cardiovascular, além da realização de um eletrocardiograma de repouso de 12 derivações.

Com essas ferramentas, a maioria das anormalidades ou situações de risco poderiam ser identificadas. E, se necessário, o médico poderá solicitar outros exames, como: exames de sangue, radiografia de tórax, ecocardiograma, teste ergométrico ou teste cardiopulmonar de exercício, cintilografia miocárdica, cateterismo cardíaco, ressonância magnética cardíaca, angiotomografia. A avaliação médica levará em conta o perfil de risco cardiovascular do indivíduo. Por isso, a realização de exames pode variar muito entre diferentes pessoas e para a mesma pessoa, em épocas diferentes de sua vida.

DICA 5: O TECP pode te ajudar a melhorar seu desempenho!

O teste ergométrico é um exame realizado por médico habilitado, em ambiente seguro, em que o organismo é testado durante esforço crescente até a exaustão e o tempo de recuperação. Durante o teste, o ritmo cardíaco é monitorado, bem como a pressão arterial, os batimentos cardíacos e surgimento de sintomas e alterações do exame físico. É recomendado especialmente para quem é considerado de risco cardiovascular intermediário.

O teste de exercício cardiopulmonar (TECP) ou ergoespirometria oferece, além de tudo avaliado pelo teste ergométrico, a medida direta do VO2 (que é a capacidade aeróbica máxima) e outras variáveis metabólicas e respiratórias. Esse exame pode fornecer dados importantes para o planejamento de seus treinos e você melhorar seu desempenho!

DICA 6: Esteja de olho nos sinais de alerta.

Mesmo tendo sido avaliado pelo seu médico, esteja sempre de olho em sintomas que podem ser perigosos. Os sinais de alerta são: dor no peito, tonturas, desmaio, mal-estar, taquicardia e cansaço exagerados. Se eles surgirem, busque atendimento o quanto antes. Não insista no treino, nem na prova.

DICA 7: Faça treinamento em reanimação cardíaca.

Essa recomendação serve para toda população. Repetindo: correr é seguro. Perigoso é ser sedentário! Entretanto, paradas cardíacas acontecem em qualquer lugar: em aeroportos, em supermercados, na rua, na praia e até podem acontecer durante uma corrida de rua. A vítima da parada cardíaca terá reais chances de sobreviver se quem testemunhou seu mal súbito, imediatamente chamar ajuda com desfibrilador, iniciar prontamente massagem cardíaca eficaz e usar o desfibrilador nos primeiros minutos do ocorrido. Embora seja remediando uma parada cardíaca, o treinamento da população e a oferta de desfibriladores externos automáticos em lugares públicos tem se mostrado uma medida custo-efetiva e tem sido encorajada pela comunidade científica em todo o mundo. Esteja de olho, o time de especialistas da Maratona do Rio vai te ensinar!

DICA 8: Agende um cardiologista ou médico do esporte!

Parabéns por praticar a corrida! Você conhece os benefícios do esporte em sua vida... Não negligencie a atenção à sua saúde e agende logo sua avaliação médica.

Bons treinos ;)"

Time de Especialistas Maratona do Rio

O Time de Especialistas da Maratona do Rio tem como objetivo compartilhar conteúdos sobre o mundo da corrida e promover a interação entre os corredores, além de construir e fortalecer relação com os todos os envolvidos na prática esportiva. A tradição e a excelência da prova, além do cenário único, ajudaram a colocar o evento entre os melhores de sua categoria no mundo. O número recorde de inscritos consolida prova como uma das corridas de rua mais desejadas do calendário mundial. Em 2018, serão 37 mil pessoas nas distâncias de 6km, 10km, 21km, e 42km..

Mais informações:

Instagram: @maratonadoriooficial
Facebook: https://www.facebook.com/maratonadoriodejaneiro
Site: www.maratonadorio.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares