quarta-feira, 9 de maio de 2018

Brasília se diverte com a Corrida Insana



Cerca de 3 mil pessoas foram ao Estádio Mané Garrincha e curtiram os 12 obstáculos gigantes. Agora será a vez de Campinas. A corrida será no dia 20 no Parque Ecológico e a inscrições estão abertas

A Corrida Insana marcou um golaço na capital do País no domingo (6). Isso porque o evento que une atividade física e brincadeira levou 3 mil pessoas ao Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Na segunda temporada no Brasil, a prova voltou ao Distrito Federal e repetiu o sucesso de 2017, com as novas atrações gigantes fazendo a alegria de adultos e crianças residentes no chamado Plano Piloto e cidades satélites.

A Capital federal conheceu de perto os dois obstáculos infláveis importados especialmente para ampliar a diversão na atividade esportiva destinado à família. Agora, são 12 desafios para os corredores (ano passado eram 10) vencerem em um circuito de 5 quilômetros. Os novos brinquedos são o Ball Maze e o Tangled Up. O Ball Maze é o quarto desafio do percurso. Trata-se de estrutura que obriga os corredores a se ‘espremer’ entre bolas gigantes em uma travessia dentro de um piso repleto de lombadas e ondulações. O Tangled Up é um tipo de labirinto com obstáculos enormes, tão desafiadores quanto divertidos.

Os dois obstáculos fizeram a estreia no Circuito Insano na etapa de Foz do Iguaçu, em 11 de março e, desde então, agradam tanto os adultos como as crianças, que cada vez mais marcam presença nas etapas da Corrida Insana pelo Brasil. “Nosso objetivo é deixar a prova ainda mais divertida e desafiadora. E a resposta do público tem sido extremamente positiva”, explica Avelar.

Campinas, a nova parada da Insana - Esporte. Natureza. Diversão. Essa é a base da etapa campineira da Corrida Insana, que volta à cidade do interior paulista dia 20 de maio, no Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim. Após o sucesso do ano passado, evento traz novidades gigantes para a nova temporada.

Com área de 1,1 milhão de metros quadrados e projeto paisagístico de Roberto Burle Marx, o Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim reúne diversas espécies da flora brasileira. Opção de lazer e esporte em Campinas, o local reuniu milhares de pessoas em 2017 e deve repetir o sucesso na etapa deste ano, que mantém a pegada de atividade física e brincadeiras em meio à natureza exuberante de uma das maiores cidades do interior paulista.

As inscrições para a etapa campineira já estão abertas e podem ser feitas pelo link: http://bit.ly/agendadeprovas. Cada corredor inscrito recebe o Kit Insano, composto por uma camisa, número de peito e bandana, embalados em uma sacola biodegradável. A medalha de participação é entregue na linha de chegada a todos que concluírem o percurso.

Juntamente com o percurso com mais obstáculos, o Kit Insano é uma nova atração para 2018. “A Corrida Insana deste ano traz novidades nos acessórios oferecidos aos corredores. A nossa nova camiseta tem cor e estampa diferentes sobre uma malha de alta tecnologia. É o tecido Goldry, que conta com tecnologia de proteção U.V, atuando como uma camada de proteção contra os raios nocivos do sol. Tem também propriedades antibactericídas e fungicída contra o mofo, atuando contra o odor de suor”, informa o diretor técnico Fabio Avelar, que completa. “A medalha ganhou um novo formato, lembrando a diversão que é a Corrida Insana.”

Insanidade para todas as idades - A Corrida Insana não tem restrições quanto à participação, nem limite de idade. A única exigência é que a pessoa tenha altura mínima de 1,05 metro. As largadas são em ondas com cerca de 170 pessoas cada vez, o que garante segurança e permite que grupos pratiquem a atividade juntos e sem atropelos. Não há cronometragem, nem obrigatoriedade de ultrapassar todos os obstáculos do percurso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares