segunda-feira, 24 de abril de 2017

Qual é a dieta ideal para o atleta?



A nutricionista Elaine de Pádua recomenda dietas direcionadas aos esportistas

As necessidades energéticas de um esportista sofrem mudanças dependendo da modalidade que ele pratica, da sua individualidade biológica e do seu nível de aptidão física, que interferem nas recomendações nutricionais e impedem uma prescrição exata de dieta.

“Cada indivíduo tem uma necessidade energética e um metabolismo diferente. O treinamento, a suplementação e a dieta devem ser pensadas caso a caso”, comenta a nutricionista Elaine de Pádua. A profissional orienta que o planejamento nutricional do atleta deve levar em consideração o treinamento a ser executado por ele, e deve buscar a sincronização da ingestão calórica com a demanda energética imposta pelas diferentes fases e sessões do treinamento.

A especialista explica que para um atleta que quer emagrecer o ideal é fazer uma restrição calórica, consumindo alimentos com baixo teor de gorduras e evitando o consumo de carboidratos refinados. Ele deve optar por carboidratos integrais (pães integrais, massas integrais), além de beber muita água e chá diurético, que auxilia no emagrecimento. “É necessário ter um déficit calórico, ou seja, as calorias ingeridas devem ser menores do que as gastas”, acrescenta Elaine.

Para os atletas que querem ficar mais saudáveis, a nutricionista aconselha, para as mulheres, ficarem abaixo do IMC=12, o que pode causar algumas alterações no organismo, como a amenorreia (ausência da menstruação). “É necessário um aporte correto de calorias. Dependendo do gasto energético, é preciso aumentar ou diminuir essas calorias, para não ocorrer perda de peso e sim, uma manutenção dele”, diz.

A profissional esclarece ainda que para os atletas que querem ter ganho de massa, é necessário consumir um valor acima de 1,8g/kg de proteínas por dia, já que eles precisam ter um ganho de massa magra. “O desempenho de um atleta não depende somente de suplementos, se vários atletas ingerirem um determinado suplemento, não quer dizer que a performance de todos será igual. Sendo assim, é importante levar em consideração o que cada atleta precisa e qual é a melhor recomendação para ele”, finaliza a Elaine.

Sobre Elaine de Pádua 

Nutricionista pós-graduada em Nutrição nas Doenças Crônico-Degenerativas pelo Instituto de Pesquisa e Ensino do Hospital Israelita Albert Einstein. Especialista em Adolescência para equipe multidisciplinar pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. Pós-graduada em Nutrição Funcional pela Universidade Cruzeiro do Sul. Atualmente é mestre pela UNIFESP.  Autora do Livro “O que tem no prato do seu filho?”, Editora Alles Trade. Ministra palestras em diversas empresas como Nestle, Itaú Unibanco, Bovespa, Grupo O Boticário etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recomendado pra você

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares