Todos os resultados das corridas e marchas durante as Olímpiadas do Rio de Janeiro - 2016

Por Edmur Hashitani - edmur.hashi@gmail.com

As Olimpíadas do Rio chegaram ao fim no último domingo, 21 de agosto, e já deixam saudades. O mundo viu mais uma vez a festa que o brasileiro pode fazer. Nós do Mania de Corrida estivemos lá e você pode conferir nos vídeos no fim da matéria.

Esportivamente, recordes foram quebrados, medalhas foram distribuídas e novos ídolos nasceram. Para nós que vivemos a corrida, a Rio 2016 foi repleta de bons momentos para acompanharmos, como os exemplos de espírito esportivo (que já vimos aqui) e a consagração definitiva de Usain Bolt e de Mo Farrah.



Recordes

Dois recordes mundiais foram quebrados durante os Jogos do Rio. A etíope Almaz Ayana completou a prova dos 10.000 metros em impressionantes 29min17seg45m, enquanto o sul-africano Wayde van Niekerk baixou o tempo dos 400 metros para 43.03 segundos.

Outros dois recordes olímpicos foram batidos nessa edição olímpica, ambos por quenianos. Conseslus Kipruto completou os 3.000 metros com obstáculos em 8min03seg23, enquanto a atleta Vivian Cheruyot fez 5.000 metros em 14min26seg17. O pace da Vivian foi de 02:53/km!

Quadro de medalhas

Se houvesse apenas as modalidades de corridas nas Olimpíadas, os Estados Unidos liderariam o ranking de países com sete ouros e 21 no total, à frente do Quênia, que tem seis ouros e 12 no total, seguidos pela Jamaica de Bolt, também com seis ouros, mas uma prata a menos e um total de 11.

O quadro de medalhas ficaria assim:


Desempenho brasileiro

No atletismo, o Brasil conseguiu um ouro inédito com Thiago Braz da Silva no salto com vara, mas quando falamos de corrida, o país não conseguiu uma medalha sequer. Ainda assim, o saldo não foi tão negativo.

O atleta Caio Bonfim, por exemplo, terminou na quarta posição na Marcha Atlética – 20 km, batendo o recorde brasileiro da modalidade. Na categoria 50 km, que não é sua especialidade, ele foi o nono colocado e também bateu o recorde nacional.

O país também chegou à final dos dois revezamentos masculinos de pista, nos 4x100 e nos 4x400. No total, foram quatro semifinais alcançadas pelos atletas brasileiros.

Outros atletas registraram, durante a Rio 2016, seus melhores tempos do ano:

Éder Antônio de Souza – 110 metros com barreiras – 13.61s
João Vitor de Oliveira – 110 metros com barreiras – 13.63s
Altobeli da Silva – 3.000 metros com obstáculos – 8min26seg30
Ricardo de Souza, Vitor Hugo dos Santos, Bruno de Barros e Jorge Vides – 4x400 – 3min00seg43
Paulo Roberto Paula – Maratona – 2h13min56seg
Rosangela Santos – 100 metros – 11.23s
Vitória Cristina Rosa – 200 metros – 23.35s
Flávia de Lima – 800 metros – 2min03seg78
Joelma Sousa, Geisa Coutinho, Leticia de Souza e Jailma de Lima - 4x400 F – 3min30seg27

Confira o desempenho de todos os brasileiros na tabela abaixo.


E confira também os resultados de todas as corridas de pista, de rua e da marcha atlética.



Agora é continuar apoiando os atletas de todas as modalidades para que o país mantenha o crescimento e conquiste ainda mais medalhas na Tóquio 2020. Mas antes, que venham as Paralimpíadas!

Mania de Corrida nas Olimpíadas




Comentários

Recomendado pra você

Postagens mais visitadas

ASICS abre processo de inscrição para embaixadores da marca no Brasil

Tatuagens de corrida: como atletas estampam seu amor pelo esporte na pele