Bolt perde ouro olímpico no revezamento por doping de colega; Brasil pode herdar o bronze

Por Edmur Hashitani - conteudo.mania@gmail.com

O Comitê Olímpico Internacional (COI) divulgou nesta terça-feira, 24 de janeiro, sanções a dois atletas por terem sido pegos no antidoping durante as Olimpíadas de Pequim 2008.

Um deles é o jamaicano Nesta Carter, que integrou a equipe que participou e venceu o revezamento 4x100 metros na ocasião, ao lado do astro Usain Bolt. A outra é a atleta russa do salto em distância, Tatiana Lebedeva.

O exame de Nesta apontou o uso de Dimetilamilamina, substância proibida pela agência antidoping mundial. Por conta deste teste, todo o time jamaicano do revezamento, composto também por Dwight Thomas (competiu nas qualificatórias), Michael Frater e Asafa Powell, foi desclassificado da prova e deverão devolver suas medalhas.

Time jamaicano desqualificado (Foto IAAF)
O COI avisou à Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) que os resultados da final olímpica deverão ser alterados. Com isso, o Brasil, pode herdar a medalha de bronze.

A equipe brasileira, composta por José Carlos Moreira (qualificatória), Bruno de Barros, Vicente Lima, Sandro Viana e Vicente Lenílson ficou em quarto lugar na final, com tempo de 38.24 segundos, 0.11s atrás do Japão, que ficou com o bronze.

Agora, os atletas aguardam a definição da IAAF sobre os novos resultados da prova para saber se ficarão com a medalha.

Do lado jamaicano, Nesta Carter irá procurar formas legais de recorrer da decisão do COI. De acordo com o presidente da Associação Administrativa de Atletismo da Jamaica (JAAA) em entrevista ao portal Jamaica Observer, o atleta e a entidade estão estudando uma forma de entrar com apelo ao Tribunal Arbitral do Esporte.

Comentários

Recomendado pra você

Postagens mais visitadas

Planilha de Corrida GRÁTIS para 5km 10km 21km 42km

Tatuagens de corrida: como atletas estampam seu amor pelo esporte na pele